Treinamento na Sorocaba Refrescos

O tema foi investigação de acidentes e incidentes

No final de fevereiro, a Afam Consultoria realizou um treinamento na Sorocaba Refrescos, fábrica de produtos Coca-Cola, sobre relato e investigação de acidentes e incidentes do trabalho. Ministrado por nosso diretor técnico Jorge Secaf, o evento foi a finalização de um amplo projeto de consultoria de revisão da metodologia interna de gestão.

Ao longo de vários meses, foram realizadas visitas de atualização das rotinas, revisão dos procedimentos, fusão de algumas sistemáticas, revisão de formulários e adequação as melhores práticas e requisitos legais. Ao final da consultoria, os envolvidos foram coroados com um treinamento prático.

O caminho do processo de revisão percorreu todas as etapas necessárias para uma excelente investigação, mas com ênfase na busca das causas levando-se em consideração fatores que até então não tinham tanta relevância na organização.

Iniciamos explanando por que as pessoas se acidentam? e debatemos amplamente os temas a seguir:

  1. Fator Social: Este fator está relacionado ao ambiente de trabalho (paradas de planta, brincadeiras entre os colaboradores, aspectos relacionados a liderança, conflitos internos na área etc.). “Como posso utilizar meu direito de recusa” para uma tarefa, se tenho problemas com meu líder? Um ambiente adequado de trabalho colabora na prevenção de acidentes e incidentes.
  2. Fator Psicológico: Este fator está relacionado diretamente com o colaborador (autoestima, problemas na família – filhos, preocupações com saúde de entes queridos, transtornos, fobias etc.). Como manter-se atento as atividades laborais se tenho meu filho em uma U.T.I.
  3. Fator Fisiológico: Este fator está relacionado diretamente com a saúde física do colaborador, características antropométricas adequadas ao cargo, doenças relacionadas ao colaborador, necessidades fisiológicas como sono que pode levar a fadiga excessiva, e a falta de atenção. Imaginem colaboradores sob a pressão do trabalho, com horas extras excessivas, pouco tempo para descanso e quase nenhum lazer. Como será que estariam as condições físicas destes colaboradores? Será que dormiriam bem? Será que as horas de sono foram renovadoras? Será que estariam com alto nível de concentração e atenção nas tarefas?
  4. Fator Cognitivo: Este fator está relacionado diretamente com o conhecimento e experiência da atividade que está sendo desempenhada (treinamentos, procedimentos etc.).

Além dos fatores acima, foram debatidas as “recompensas” que os indivíduos recebem ao descumprirem determinados procedimentos de segurança. A teoria de (Ski er – Behaviorismo – reforço positivo) foi levada em conta nos processos de investigação. Me explico, de maneira inconsciente encontramos saídas aparentemente mais fáceis, mais simples, que nos toma menos tempo, que exige menos esforço, como uma forma de “recompensa”. Vamos lá, na prática, eu assumo o risco de dirigir em alta velocidade em uma autoestrada para ganhar um tempo a mais de descanso no meu destino. “Eu descumpro determinada etapa de um processo de aprovação de um trabalho de risco porque sempre fiz assim (crenças limitantes), sempre deu certo, é mais confortável para mim e leva menos tempo.

A relação da “recompensa” é algo muito determinante no fator decisório de determinadas ações e pode levar a incidentes e acidentes, por isso importante discutir muito sobre o processo de percepção de riscos.

Nesta revisão, acrescentamos alguns degraus a mais em nossa famosa pirâmide de perdas e discutimos fortemente como identificar estes níveis inferiores para minimizar os eventos acidentais. A seguir as pirâmides discutidas:

Figura 01: Pirâmide de Frank Bird

Figura 02: Pirâmide de perdas Dupont

Figura 03: Pirâmide prevencionista

Veja os degraus da pirâmide de sua organização e tente encontrar caminhos para antecipar a percepção de riscos de maneira a evitar a ocorrência de desvios e incidentes. O evento fez parte do programa de desenvolvimento da empresa.

Você pode atualizar sua rotina de investigação de incidentes e acidentes conosco.

Confira também os artigos abaixo

Princípio 05 – Como os líderes reagem ao fracasso

Para alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 5: a) Este princípio direciona a organização para dois lugares distintos. O primeiro é CULPAR E PUNIR ou APRENDER E MELHORAR, porém IMPOSSÍVEL estar em ambos os lugares. b) Os...

Princípio 04 – O Contexto Impulsiona o Comportamento

Para entender e alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 4: a) Os trabalhadores fazem o que fazem por uma única razão, a razão é que faz sentido para o trabalhador dado o contexto que ele vive e trabalha.b) Sistemas complexos...

Princípio 03 – Aprender a melhorar é vital!

Para entender bem este princípio, vou começar com 3 perguntas poderosas para provocar sua reflexão: a) Quais sistemas, processos e ferramentas você tem para obter feedback abertamente sobre sua organização? Quão fáceis de usar e disponíveis estão essas ferramentas...

Princípio 02 – Culpar não resolve nada

Todos se lembram que nós Seres Humanos cometemos de 5 a 7 erros por hora, não se trata de um número cabalístico, mas são estimativas feitas por pesquisadores do desempenho humano. Em sendo assim, culpar as pessoas que erram seria um contrassenso, não acham?,Bom,...

Princípio 01 – As pessoas cometem erros

Estudos a respeito de desempenho Humano e Organizacional tentam encontrar um número cabalístico de quantos erros os Seres Humanos cometem. Não temos certeza se este número esta correto, mas alguns autores diz que cometemos de 5 a 7 erros por hora, incrível não?? É...

HOP: Human And Organizational Performance – Desempenho humano e organizacional

Vamos falar sobre o “Desempenho Humano e Organizacional”- HOP. Por ser um tema um tanto quanto extenso, vamos dividi-lo em 5 partes, e por quê 5 partes?, porque são 5 princípios e irei pautar um princípio por capítulo, neste primeiro capítulo, irei contextualizar um...

27 de Julho Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

A data é um marco histórico na luta dos trabalhadores por melhorias nas condições de segurança e saúde no trabalho.   O dia propõe uma reflexão sobre como os ambientes e processos de trabalho podem determinar tanto a saúde quanto os acidentes e o adoecimento dos...

Use a Gestão de Resíduos para proporcionar preservação ambiental, ganhos financeiros, ações sociais e conformidade legal

O que é resíduo Tudo que não tem mais utilidade direta para sua empresa e precisa ser descartado, é um resíduo. Dentre eles papel, plástico, papelão, vidro, madeira, eletrônicos, efluente, produtos químicos, hospitalar, entulho, lâmpadas, contaminados, etc. Por que...

O que são aspectos e impactos ambientais?

Aspecto ambiental é qualquer elemento que interage ou pode interagir com o meio ambiente de forma positiva ou negativa – resíduos, emissões atmosféricas, efluentes, produtos químicos, consumo de água, consumo de energia, consumo de materiais diversos. Impacto...

ISO14001 – Sistema de Gestão Ambiental

Através de uma combinação de controles administrativos e operacionais, a Gestão Ambiental tem como objetivo principal identificar e gerir seus aspectos significativos, de forma a mitigar ou eliminar os impactos negativos ao meio ambiente. Além disso, atender a...

Entre em contato!

Endereço

Alameda João Galego, 174
Santa Maria, São Caetano do Sul – SP
Cep: 09560-340