Importância do Pensamento Lúdico nos Treinamentos Empresariais

A Afam Consultoria incorpora elementos lúdicos em seus cursos.

Sabemos que as empresas contemporâneas enfrentam inúmeros desafios em seu dia a dia. Um deles é relativo à formação dos seus profissionais. “Até onde devemos ir quando o assunto é o treinamento dos nossos funcionários?”, perguntam-se os gestores e os responsáveis pelo RH de muitas organizações. Vários estudiosos apontam que, ao invés de ensinar, as companhias modernas deveriam aprender a aprender. Esse é o segredo das instituições que se posicionam de maneira inovadora no século XXI.

Nesse contexto, a contratação de empresas de consultoria e treinamento se tornará mais frequente. Serão os consultores e instrutores externos os responsáveis por boa parte da formação e capacitação dos profissionais em um futuro próximo. A atuação, portanto, dos novos cursos empresariais será mais metodológica do que conceitual. Os profissionais que estão hoje no mercado de trabalho precisam, acima de tudo, desenvolver suas capacidades de aprendizado. Tanto os cursos quanto os instrutores do amanhã não vão mais ensinar ninguém, mas vão incentivar os participantes a aprender. O aluno estará no centro do processo de aprendizado e o docente deverá ser menos professoral e muito mais educador. Até parece uma mudança simples, mas não é.

Os princípios da nova metodologia da educação empresarial são: (1) estabilidade, (2) aprender a aprender, (3) retomar a reflexão, (4) construir um ambiente democrático, (5) ser contextualizada, e (6) não ter muros (ser aberta metaforicamente para a realidade factual dos profissionais).

Assim, o instrutor não deve mais se colocar diante dos participantes dos seus cursos como o provedor exclusivo do conteúdo. Em tempos de revolução digital, o conteúdo é matéria-prima abundante e banal em nossa sociedade. Além disso, o conhecimento é instável e muda a todo instante. Portanto, o instrutor deve abandonar sua postura professoral e se colocar como um pesquisador do aprendizado. Ele deve incentivar e guiar os profissionais participantes de seus cursos para o desafiante caminho do conhecimento.

Para isso, o instrutor deve investigar as necessidades, os medos, os desejos e os conhecimentos prévios dos profissionais. A partir daí, ele deve construir uma metodologia lúdica e prazerosa de aprendizado do conhecimento necessário. Os participantes dos treinamentos serão levados a pesquisar, investigar e descobrir os pontos que são importantes para sua formação profissional.

Segundo o educador americano, Edgar Dale, que desenvolveu o “Cone of Experience”, também conhecido como “Learning Pyramid” a prática de atividades eleva o nível de retenção do conhecimento dos participantes para níveis superiores a 80. Só para comparação, o “Cone of Experience”, estima que os métodos tradicionais, como o uso de slides, discussões e exercícios, permitam uma retenção de conhecimento entre 30 e 50.

Um bom exemplo desta revolução na educação foi dado no filme “Sociedade dos Poetas Mortos” (Dead Poets Society: 1989), um dos maiores sucessos do ator Robin Williams. Nessa produção, um professor usava um método alternativo para cativar seus alunos para o aprendizado de literatura.

Seria isso impossível hoje em dia nos treinamentos das empresas?! A Afam Consultoria, uma das companhias mais tradicionais do mercado brasileiro de consultoria e treinamento, mostra que tal caminho é viável. Ela já possui em seu portfólio treinamentos ancorados na experiência lúdica dos participantes. Esses cursos da Afam são adotados na gestão de segurança e saúde ocupacional (SSO), na formação de cultura de SSO, em segurança de alimentos (food safety), na gestão comportamental em food

Seria isso impossível hoje em dia nos treinamentos das empresas?! A Afam Consultoria, uma das companhias mais tradicionais do mercado brasileiro de consultoria e treinamento, mostra que tal caminho é viável. Ela já possui em seu portfólio treinamentos ancorados na experiência lúdica dos participantes. Esses cursos da Afam são adotados na gestão de segurança e saúde ocupacional (SSO), na formação de cultura de SSO, em segurança de alimentos (food safety), na gestão comportamental em food safety, na gestão ambiental e em projetos de excelência operacional.

Um exemplo prático desse tipo de curso empresarial é o Workshop 168. Nele, os participantes precisam construir um produto concreto, segundo os padrões de segurança, qualidade, meio ambiente e produtividade impostos pela dinâmica/instrutor. A atividade completa dura 8 horas. Como resultado desse processo, os profissionais participantes do Workshop 168 são levados à ação de verdade.

Assim, eles sentem na pele os desafios e as angústias como se estivessem em seus trabalhos reais. Por consequência, adquirem, durante o treinamento, sentido de pertencimento, trabalham em equipe, atuam na gestão e no planejamento dos processos, absorvem os principais conceitos de segurança e saúde ocupacional, gestão da qualidade e gestão ambiental e internalizam a filosofia da entrega de resultados.

O Workshop 168 já foi realizado com êxito em algumas companhias do Brasil e do exterior. Portocel, Sorocaba Refrescos e Coca-Cola Empaques Argentina são algumas empresas que disponibilizaram esse curso para seus funcionários.

Confira também os artigos abaixo

Princípio 05 – Como os líderes reagem ao fracasso

Para alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 5: a) Este princípio direciona a organização para dois lugares distintos. O primeiro é CULPAR E PUNIR ou APRENDER E MELHORAR, porém IMPOSSÍVEL estar em ambos os lugares. b) Os...

Princípio 04 – O Contexto Impulsiona o Comportamento

Para entender e alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 4: a) Os trabalhadores fazem o que fazem por uma única razão, a razão é que faz sentido para o trabalhador dado o contexto que ele vive e trabalha.b) Sistemas complexos...

Princípio 03 – Aprender a melhorar é vital!

Para entender bem este princípio, vou começar com 3 perguntas poderosas para provocar sua reflexão: a) Quais sistemas, processos e ferramentas você tem para obter feedback abertamente sobre sua organização? Quão fáceis de usar e disponíveis estão essas ferramentas...

Princípio 02 – Culpar não resolve nada

Todos se lembram que nós Seres Humanos cometemos de 5 a 7 erros por hora, não se trata de um número cabalístico, mas são estimativas feitas por pesquisadores do desempenho humano. Em sendo assim, culpar as pessoas que erram seria um contrassenso, não acham?,Bom,...

Princípio 01 – As pessoas cometem erros

Estudos a respeito de desempenho Humano e Organizacional tentam encontrar um número cabalístico de quantos erros os Seres Humanos cometem. Não temos certeza se este número esta correto, mas alguns autores diz que cometemos de 5 a 7 erros por hora, incrível não?? É...

HOP: Human And Organizational Performance – Desempenho humano e organizacional

Vamos falar sobre o “Desempenho Humano e Organizacional”- HOP. Por ser um tema um tanto quanto extenso, vamos dividi-lo em 5 partes, e por quê 5 partes?, porque são 5 princípios e irei pautar um princípio por capítulo, neste primeiro capítulo, irei contextualizar um...

27 de Julho Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

A data é um marco histórico na luta dos trabalhadores por melhorias nas condições de segurança e saúde no trabalho.   O dia propõe uma reflexão sobre como os ambientes e processos de trabalho podem determinar tanto a saúde quanto os acidentes e o adoecimento dos...

Use a Gestão de Resíduos para proporcionar preservação ambiental, ganhos financeiros, ações sociais e conformidade legal

O que é resíduo Tudo que não tem mais utilidade direta para sua empresa e precisa ser descartado, é um resíduo. Dentre eles papel, plástico, papelão, vidro, madeira, eletrônicos, efluente, produtos químicos, hospitalar, entulho, lâmpadas, contaminados, etc. Por que...

O que são aspectos e impactos ambientais?

Aspecto ambiental é qualquer elemento que interage ou pode interagir com o meio ambiente de forma positiva ou negativa – resíduos, emissões atmosféricas, efluentes, produtos químicos, consumo de água, consumo de energia, consumo de materiais diversos. Impacto...

ISO14001 – Sistema de Gestão Ambiental

Através de uma combinação de controles administrativos e operacionais, a Gestão Ambiental tem como objetivo principal identificar e gerir seus aspectos significativos, de forma a mitigar ou eliminar os impactos negativos ao meio ambiente. Além disso, atender a...

Entre em contato!

Endereço

Alameda João Galego, 174
Santa Maria, São Caetano do Sul – SP
Cep: 09560-340