Excelência Operacional em Tempos de Recessão Econômica

O aumento da produtividade como estratégia para fugir da crise

Em tempos de recessão econômica, noto que o interesse das empresas por projetos de aumento da produtividade cai consideravelmente. Algumas empresas vinculam, na maioria das vezes, o investimento em Excelência Operacional apenas à fase de crescimento e de expansão da capacidade produtiva de suas organizações. Afinal, ao invés de gastar dinheiro com mais maquinários e funcionários, opta-se por produzir com o máximo de eficiência operacional. Até aí beleza. Contudo, na minha visão, a Excelência Operacional é ideal tanto para os momentos de crescimento da economia quanto para os de retração. Não olhar para a segunda parte dos benefícios dos programas de produtividade é uma miopia empresarial. Não caia nesse equívoco.

Na hora da escassez de recursos, de pedidos, de investimentos, da necessidade de cortar custos e da disputa acirrada pelo menor preço (elementos típicos do período de crise econômica), a organização também precisa agir de acordo com a Filosofia Lean. Produzir mais com menos é imprescindível para que o negócio permaneça operando no azul ou para que minimize seus prejuízos. Vale lembrar que foi justamente no cenário de devastação que a Excelência Operacional nasceu. O Japão do Pós-Segunda Guerra, berço do Sistema Toyota de Produção, era marcado pela penúria de matérias-primas. Daí o desenvolvimento da metodologia do Lean Manufacturing e a importância de não se desperdiçar nada.

Com essa visão mais abrangente do que a Excelência Operacional pode fazer para os negócios na fase de escassez econômica, gestores competentes contratam projetos de consultoria, diagnóstico, assessoria e treinamento direcionados à eficiência operacional. Há casos em que a simples implementação de algumas ferramentas da Excelência Operacional, como 5S – Housekeeping, TPM – Gestão da Performance Total, RCM – Manutenção Centrada na Qualidade, WCM – Manufatura Classe Mundial, Gestão de Paradas Estratégicas, GPCM – Gestão, Planejamento e Controle de Manutenção, Gestão de Indicadores, SMED – Setup Rápido, Kaizen – Melhoria Contínua e Kanban – Gestão Visual, tem a capacidade de revolucionar a parte produtiva das companhias. Em outros casos, é o desenvolvimento de programas de Lean Manufacturing – Manufatura Enxuta que transformam para melhorar a fábrica. Como consequência, essas organizações ganham em competitividade e conseguem reduzir custos e perdas de forma substancial.

Temos um processo híbrido que se adapta a qualquer tipo de empresa. A seguir algumas das ferramentas utilizadas para a melhoria do desempenho:

Com um diagnóstico preciso e sob medida para seu negócio, a AFAM é capaz de identificar suas fortalezas e oportunidades para que um plano de adequação seja traçado de maneira assertiva e que irá gerar a curto prazo, resultados expressivos. Veja o resultado de um de nossos diagnósticos:

Para encerrar, alguns resultados obtidos em empresas da América Latina:

Recentemente, firmamos parceria com a MCC Consultoria, especialista em projetos de eficiência e otimização de recursos. Juntando mais de 50 anos de experiência, a união traz as experiências combinadas para a obtenção dos melhores resultados para sua empresa.

Para realizar programas de melhoria de eficiência operacional em sua empresa, chame a parceria Afam & MCC.

Confira também os artigos abaixo

Princípio 05 – Como os líderes reagem ao fracasso

Para alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 5: a) Este princípio direciona a organização para dois lugares distintos. O primeiro é CULPAR E PUNIR ou APRENDER E MELHORAR, porém IMPOSSÍVEL estar em ambos os lugares. b) Os...

Princípio 04 – O Contexto Impulsiona o Comportamento

Para entender e alinharmos nossos entendimentos, irei começar por alguns fundamentos do princípio 4: a) Os trabalhadores fazem o que fazem por uma única razão, a razão é que faz sentido para o trabalhador dado o contexto que ele vive e trabalha.b) Sistemas complexos...

Princípio 03 – Aprender a melhorar é vital!

Para entender bem este princípio, vou começar com 3 perguntas poderosas para provocar sua reflexão: a) Quais sistemas, processos e ferramentas você tem para obter feedback abertamente sobre sua organização? Quão fáceis de usar e disponíveis estão essas ferramentas...

Princípio 02 – Culpar não resolve nada

Todos se lembram que nós Seres Humanos cometemos de 5 a 7 erros por hora, não se trata de um número cabalístico, mas são estimativas feitas por pesquisadores do desempenho humano. Em sendo assim, culpar as pessoas que erram seria um contrassenso, não acham?,Bom,...

Princípio 01 – As pessoas cometem erros

Estudos a respeito de desempenho Humano e Organizacional tentam encontrar um número cabalístico de quantos erros os Seres Humanos cometem. Não temos certeza se este número esta correto, mas alguns autores diz que cometemos de 5 a 7 erros por hora, incrível não?? É...

HOP: Human And Organizational Performance – Desempenho humano e organizacional

Vamos falar sobre o “Desempenho Humano e Organizacional”- HOP. Por ser um tema um tanto quanto extenso, vamos dividi-lo em 5 partes, e por quê 5 partes?, porque são 5 princípios e irei pautar um princípio por capítulo, neste primeiro capítulo, irei contextualizar um...

27 de Julho Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

A data é um marco histórico na luta dos trabalhadores por melhorias nas condições de segurança e saúde no trabalho.   O dia propõe uma reflexão sobre como os ambientes e processos de trabalho podem determinar tanto a saúde quanto os acidentes e o adoecimento dos...

Use a Gestão de Resíduos para proporcionar preservação ambiental, ganhos financeiros, ações sociais e conformidade legal

O que é resíduo Tudo que não tem mais utilidade direta para sua empresa e precisa ser descartado, é um resíduo. Dentre eles papel, plástico, papelão, vidro, madeira, eletrônicos, efluente, produtos químicos, hospitalar, entulho, lâmpadas, contaminados, etc. Por que...

O que são aspectos e impactos ambientais?

Aspecto ambiental é qualquer elemento que interage ou pode interagir com o meio ambiente de forma positiva ou negativa – resíduos, emissões atmosféricas, efluentes, produtos químicos, consumo de água, consumo de energia, consumo de materiais diversos. Impacto...

ISO14001 – Sistema de Gestão Ambiental

Através de uma combinação de controles administrativos e operacionais, a Gestão Ambiental tem como objetivo principal identificar e gerir seus aspectos significativos, de forma a mitigar ou eliminar os impactos negativos ao meio ambiente. Além disso, atender a...

Entre em contato!

Endereço

Alameda João Galego, 174
Santa Maria, São Caetano do Sul – SP
Cep: 09560-340